Membros do PCC de São Paulo comemoram massacre no Alcaçuz

Está circulando pelas redes sociais desde a manhã desta segunda-feira (16) um vídeo que mostra uma reunião de membros do Primeiro Comando da Capital (PCC) em um presídio de São Paulo celebrando o massacre ocorrido na penitenciária de Alcaçuz, que resultou na morte de – ate então – 26 detentos contados.
Na filmagem, o “locutor”, que fala diante de dezenas de membros da facção, afirma que recebeu a informação de que foram 33 assassinados em Alcaçuz e nenhum “irmão” morto. “Chegou até a mim, foram 33 mortos da parte do Sindicato. Graças a Deus não perdemos nenhum irmão nosso. Quero parabenizar os parceiros nossos por essa caminhada”, diz.
O “locutor” também aproveita para comunicar aos colegas detentos sobre a dominação atual de pavilhões no presídio de Nísia Floresta. “Eram dois pavilhões nossos e três desfavoráveis. Não pegamos outro porque faltou munição para os irmãos, mas se Deus quiser, vamos receber uma boa notícia aí. Na cadeia de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte eram várias injustiças, hoje aí já é nosso”, celebra o preso.
Veja o vídeo:

Tecnologia do Blogger.