PRESOS TRABALHAM NA RECONSTRUÇÃO DE MURO DA PENITENCIÁRIA ALCAÇUZ

Os presos da penitenciária de Alcaçuz, em Nísia Floresta, na Grande Natal, começaram a trabalhar na reconstrução dos buracos feitos nos muros entre os pavilhões. Pichações também estão sendo retiradas pelos detentos.
Na foto, um dos presos tapa com tijolos o buraco feito entre o pavilhão 4 e 5 que permitiu o encontro entre as facções rivais do PCC e do Sindicato do RN, que resultou em mortes.
Após rebelião, o pavilhão 4 foi tomado pelo PCC. Portanto, de acordo com nova divisão, os pavilhões 1, 2 e 3 são ocupados por membros do Sindicato do RN, e os pavilhões 4 e 5 dominados pelo PCC.
Contêineres, cada um com 12 metros, darão lugar a um muro de concreto de 90 metros de extensão que dividem o domínio das facções rivais.
Tecnologia do Blogger.