RADAR HOJE: LAVA-JATO É ‘ENXUGAR GELO’

xdeltan.jpg.pagespeed.ic.by0-fd_TiY

O coordenador da força-tarefa da Lava-Jato, Deltan Dallagnol, disse neste sábado que espera que as eleições de 2018 sirvam para a renovação do quadro político no Brasil e que isso irá contribuir para o combate à corrupção. Em sua avaliação, a reforma política em discussão no Congresso Nacional limita a participação de novos nomes e por isso a sociedade tem que buscar por essa renovação.
— Sem mudanças, a Lava-Jato é enxugar gelo. Não dá para adotarmos a teoria da maçã podre, que para resolver basta tirar a maçã podre do cesto. A ideia é que quem está lá não vai mudar a atual estrutura, então temos de mudar as pessoas que lá estão. Temos uma janela histórica e única para fazer isso. A sociedade nunca esteve tão consciente sobre os problemas da corrupção — disse durante participação no Congresso Internacional de Mercados Financeiros.
Tecnologia do Blogger.