RADAR HOJE: CNJ PROÍBE QUE CARTÓRIOS DO BRASIL REGISTREM POLIFAMÍLIAS


Alvo de enorme discussão acadêmica, as chamadas "polifamílias", formadas pela união entre mais de duas pessoas (independente do sexo), encontraram recentemente um novo obstáculo no Brasil.


Segundo informações Ancelmo Gois, do O Globo, o Conselho Nacional de Justiça, através do Corregedor Nacional, Ministro João Otávio de Noronha, expediu a recomendação de que os cartórios do país não mais registrem as uniões poliafetivas.

SOCIEDADE ATIVA
Tecnologia do Blogger.