Em Caraúbas presidenciável Ciro Gomes da coletiva de imprensa e palestra na Ufersa

credito da imagem Rocézar Amaral

Ciro chegou a Ufersa por volta da 15: 20 onde foi para uma sala que estava reservada para imprensa e assim responder as perguntas do jornalistas.

O Blog RADAR HOJE, Radio Centenário, Caraúbas 24h, Blog JM e TV Caraúbas marcaram presença.

Ciro Falou ao blog RADAR HOJE e demais imprensa presente sobre economia, que não podemos ver o Nordeste como um problema, mas sim um meio de desenvolvimento com sua potencialidade. 

Falou que povo está coberto de razão pelo descréditos nos político e que caso ele seja presidente não ele não vai ter conversar de propina.

Falou sobre reforma tributária e desenvolvimento industrial. Após este momento ele foi conhecer outra sala na Ufersa onde tinha sido arrecadados os alimentos para famílias carentes da Campanha natal sem fome promovida pela Ufersa. 

Já no Audotiro que estava lotado, Ciro Gomes deu a palestra (O Brasil tem jeito?).

Abordou pontos como as indústrias podem produzir o desejado "bom, bonito e barato", contemplando toda a população, mas sem deixar de pensar nas condições de financiamento, juros e outras formas de se fazer renda no país.

"Temos mentes empreendedoras e com potencial, mas de baixíssima formação bruta de capital. Quando se tem uma ideia inovadora, empreendedora ou até mesmo básica, mas fundamental, são necessários mecanismos que simplifiquem esse financiamento, realidade difícil no Estado", afirmou. 

Ciro ainda disse que o Brasil atrás de seus rivais diretos, como a China, em muitas perspectivas. "A economia brasileira tem alguns aspectos característicos de primeiro escalão, tem potencial tecnológico, mas há décadas tem um dos juros mais altos do planeta. A partir disso, temos problemas econômicos que podem afetar qualquer lugar do planeta, mas que recaem diretamente sobre o Brasil por diversos problemas estruturais que precisam urgentemente ser reformados", Pontuou.
  
Repensar a economia

Invariavelmente, um bem ou serviço prestado é mais barato no preço final, quando se produz da maneira correta, em grande quantidade e com "esperteza comercial", mas Ciro Gomes trouxe um exemplo para pensar os problemas da realidade brasileira, quando falou da linha de produção do Fusca no Brasil com uma linha de montagem usada e na Alemanha em quanto se produzia 5 fuscas enquanto no Brasil produzia um por dia com mesma energia despesas. 
  
Para Ciro é preciso investir na população, investir na gente. Formar, afirmou. Os estados da Federação, para ele, precisam estar empoderados e os trabalhadores, formados e motivados. 

Perfil

Ciro Ferreira Gomes é advogado, professor universitário, escritor e político, carregando em seu currículo os mandatos de deputado estadual, prefeito de Fortaleza, governador do Ceará, ministro da Fazenda, ministro da Integração Nacional e deputado federal. Ciro já concorreu à Presidência da República por duas vezes (em 1998 e em 2002) e hoje é apontado como pré-candidato pelo PDT ao cargo nas eleições de 2018.


Tecnologia do Blogger.