Mistério: Comerciante é assassinado dentro de hospital psiquiátrico Juliano Moreira, em João Pessoa

Um paciente do Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira, em João Pessoa, foi encontrado morto pela equipe da unidade na manhã do sábado (9), segundo foi informado nesta segunda-feira (11). O comerciante Jonathan do Vale Ribeiro, 24 anos, deu entrada no complexo quatro dias antes, em 5 de dezembro e o corpo foi achado às 6h15 (horário local). A Gerência de Medicina e Odontologia Legal (Gemol) disse que ele tinha marcas no pescoço e apontaram asfixia e estrangulamento como a causa da morte.
O diretor do hospital, Walter Freire, que os enfermeiros do Juliano Moreira estranharam o fato do paciente demorar a acordar na manhã do sábado e, quando foram até o quarto, ele estava morto. Walter ainda contou que esse foi um “fato inédito”, a primeira vez que uma morte acontece em sua gestão.
A família informou que foi visitar Jonathan na sexta-feira (8), três dias após sua internação, mas não foram permitidos de entrar, pois ele ainda estava muito agitado. No sábado os familiares receberam a ligação que informava a morte do paciente.
Walter ainda informou que na sexta à noite procurou saber sobre o estado do paciente e o disseram que ele estava calmo. Ainda não se sabe o que aconteceu, mas o Complexo Psiquiátrico abriu uma sindicância interna para apurar o ocorrido. A Polícia Civil também vai investigar a morte de Jonathan.
G1 via Regional ON line
Tecnologia do Blogger.