Denúncia contra Ricardo Motta está parada

A denúncia oferecida pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) contra o deputado estadual Ricardo Motta (PSB) no âmbito da operação Candeeiro aguarda um desfecho no Supremo Tribunal Federal (STF) há exatos sete meses.
O processo, que apura desvio de recursos do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN (Idema), está desde 14 de agosto no gabinete do ministro Luiz Fux, que ainda não julgou o mérito da questão.
Tecnologia do Blogger.