Radialistas são ameaçados de morte por marido de vereadora

Na última terça-feira (13) os vereadores da cidade de Patos, no sertão da Paraíba, se reuniram para colocar em votação o veto do prefeito Dinaldinho (PSDB) a revogação do código tributário municipal.
Surpreendendo a maioria das pessoas que acompanha o dia a dia do legislativo patoense, o prefeito conseguiu reverter o placar da primeira votação e por 10×6 teve seu veto mantido pela Câmara Municipal.
O fato causou revolta nos vereadores da oposição, que acusaram alguns parlamentares da bancada de venderem seus votos em troca de dinheiro público. Um dos mais exaltados foi o vereador Ivanes, que concedeu uma entrevista à Rádio Espinharas nominando quais colegas de parlamento teriam se rendido aos encantos do prefeito.
Uma das citadas na denúncia foi a vereadora Tide Eduardo, esposa do ex-vereador e ex-presidente da câmara, Marcos Eduardo, que inconformado com a divulgação do áudio pelo programa “Café Quente” apresentado pelo radialista Abrantes Júnior, externou toda a sua raiva contra Abrantes e outro radialista da cidade, Jozivan Antero, ameaçando-os, inclusive, de morte.
Além de ex-vereador e ex-presidente da câmara, Marcos Eduardo também foi Superintendente da STTRANS de Patos na gestão de Chica Motta, onde teve suas contas reprovadas pelo TCE e enfrentou denúncias do então prefeito Lenildo Morais, que acusou Marcos de utilizar o órgão de trânsito como “caixa dois”.
Marcos também foi impedido de disputar as últimas eleições municipais pelo TRE e precisou colocar a esposa na disputa, que acabou eleita com 1074 votos, sendo a nona mais votada do município.
Após as ameaças, os radialistas esperam agora um posicionamento do Presidente da Casa, Sales Júnior, sobre possíveis punições para a vereadora e a devida apuração dos fatos sobre as formas como a votação foi realizada.
Polemica Paraiba



Tecnologia do Blogger.