Após fortes chuvas do fim de semana, parede de açude ameça romper no RN

As fortes chuvas caíram nos últimos dias, com precipitações acima de 100 milímetros, causaram diversos estragos em diversas cidades do Rio Grande do Norte. O problema mais grave foi registrado na cidade de Triunfo Potiguar, a 254 quilômetros de Natal, onde as paredes do Açude Várzea Comprida ameaçam romper. Há o risco de inundação de áreas habitadas.
A Defesa Civil Estadual abriu um trecho da barragem para permitir o escoamento da água, que estava em nível acima do limite de segurança. Uma equipe esteve com uma equipe na região para realizar o levantamento da área de risco.
O rompimento no açude pode afetar, também, outro dois reservatórios do município – o Açude Jurema e um balneário -, o que pode afetar cerca de 50 imóveis em Triunfo.
Por medida de segurança, as famílias instaladas na área de risco foram comunicadas de que devem deixar as residências, e o balneário foi interditado. Na sequência, um engenheiro de barragens, profissional habilitado em verificar esse tipo de problema, deve ser encaminhado ao local para emitir um laudo com a possível solução.
O Governo do Estado, através da Defesa Civil Estadual, segue acompanhando a situação e prestando assistência ao ente municipal.
Nos últimos dois dias, segundo a Empresa de Pesquisas Agropecuárias do Rio Grande do Norte (Emparn), nove cidades registraram chuvas acima dos 100 milímetros. Os maiores volumes caíram nos municípios de Apodi e Martins, na região Oeste, com 192,6 milímetros e 190 milímetros, respectivamente.
Em Apodi, por conta do grande volume de água, foram registrados deslizamentos de pedras e o tombamento de uma árvore em trecho da BR-405. O tráfego está parcialmente interditado em razão de buracos na pista. No domingo, ainda na cidade, uma ponte que dá acesso ao Açude da Barra foi levada pela enxurrada.
Na região Seridó, a chuva provocou o rompimento de duas adutoras na região Seridó do estado, segundo informou a Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern). Cerca de 80 mil pessoas foram afetadas. Foram afetadas as cidades de Acari, Bodó, Cerro Corá, Currais Novos, Florânia, Lagoa Nova, São Vicente e Tenente Laurentino Cruz. A previsão é de que o sistema só seja restabelecido na sexta-feira, 13.
Ainda segundo a Emparn, as chuvas foram causadas pela atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). A previsão é de mais chuvas para os próximos dias. O fenômeno vai continuar induzindo a formação de áreas de instabilidades em todas as regiões do Estado.
As chuvas também causaram mudanças no panorama dos 47 reservatórios com capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos. Informações do Instituto de Gestão de Águas do Rio Grande do Norte (Igarn) mostra que houve uma redução na quantidade de mananciais em volume morto. Hoje, 15 unidades estão em volume morto, enquanto que o número era de 19 reservatórios no dia 02 de abril.

Agora RN
Tecnologia do Blogger.