Juiz do RN intima presidente Temer a depor como testemunha de Henrique


O juiz federal Adrian Soares de Freitas, da 14 ª Vara Federal do Rio Grande do Norte, intimou o presidente Michel Temer a depor como testemunha de defesa dos ex-presidentes da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves e Eduardo Cunha, em processo que corre no RN contra os ex-deputados do MDB.

Temer foi intimado a falar como testemunha de defesa de Cunha e Alves. Na intimação, o juiz indaga Temer sobre a disponibilidade de o presidente depor nos dias 12 ou 13 de abril.

Alves e Cunha são réus em um processo que apura desvio de recursos públicos e corrupção envolvendo empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato. Em troca, os ex-deputados receberiam propina.

Nesta quarta-feira (11), Temer recebeu no Palácio do Planalto o advogado Brian Alves Prado, para definir a sua estratégia jurídica.

Henrique Alves está preso na Academia de Polícia Militar do RN, em Natal, desde o dia 6 de junho de 2017. O ex-deputado foi preso na Operação Manus.

Já Eduardo Cunha, que é réu em outros processos, está preso em Brasília.
Tecnologia do Blogger.