Polícia Federal apreende 30 quilos de drogas e armas em sítio na Grande Natal

Dois homens de 24 e 25 anos foram presos nesta quarta-feira, 11, pela Polícia Federal no Sítio Lagoa do Lima, Zona Rural de Macaíba, Região Metropolitana de Natal, dois homens foram acusados de tráfico de drogas. Eles foram flagrados com 21,94 quilos de cocaína e 8,09 quilos de maconha.
Os policiais da Delegacia de Repressão a Drogas (DRE) receberam uma informação no final da manhã dando conta de que um homem dirigindo um veículo de cor vermelha estaria circulando por estradas vicinais de Macaíba onde se abastecia de drogas e posteriormente iria distribuí-las na capital.
Depois de localizar o suspeito, os policiais passaram a segui-lo e observaram quando ele adentrou em um sítio na Comunidade Suvacão. Cerca de 40 minutos depois, quando o homem deixava o local teve o seu carro interceptado. No momento da abordagem, ele ainda tentou fugir, mas foi dominado.
Ao ser feita uma rápida busca no interior do veículo, sob o painel, foi achado em um compartimento secreto que era acionado através de um dispositivo eletrônico, alguns tabletes com aparência e odor característico de substância entorpecente.
Na busca na área sítio foram encontradas: uma pistola cal. 45, um revolver cal. 38, munições, balanças, petrechos para embalar drogas, além de mais cocaína e também maconha que estavam enterradas em pontos distintos do quintal no meio de uma plantação e dentro de um galinheiro.
Ainda foram arrecadadas nove gaiolas com diferentes espécies de pássaros que vão ser encaminhadas ao IBAMA para avaliar se se tratam de aves protegidas pela legislação ambiental.
Um outro homem acusado que tomava conta da propriedade foi preso e conduzido para os devidos procedimentos de autuação.
Os homens foram indiciados por tráfico de drogas e um deles, também, por posse irregular de arma de fogo, os suspeitos permanecem custodiados na Superintendência da Polícia Federal, à disposição da Justiça.
A polícia ainda informou que nas últimas semanas, esta foi a segunda apreensão de drogas feita pela PF em municípios da Grande Natal em que os acusados se utilizaram do mesmo artifício de enterrar o entorpecente para tentar despistar os policiais.
Agora RN
Tecnologia do Blogger.