Operações da Lei Seca flagram 120 motoristas sob efeito de álcool no RN

Resultado de imagem para blitz transito

Pelo menos 120 motoristas foram flagrados pelas equipes da Operação Lei Seca dirigindo sob efeito de álcool, durante o final de semana em Natal e Mossoró, na região Oeste potiguar. De acordo com o Detran, desse total, 12 pessoas foram presas sob acusação de crime de trânsito. Também foram emitidos 45 autos de infração por outros motivos.

Em Mossoró, houve patrulhamento e blitz durante os festejos juninos. Somente entre sexta (15) e sábado (16), 85 motoristas foram pegos dirigindo sob efeito de bebida alcoólica, sendo que 12 foram presos. Houve emissão ainda de 26 autos por outros tipos de infrações.
Já na capital potiguar, as fiscalizações aconteceram durante o jogo da seleção brasileira na Copa do Mundo da Rússia, em 2018, que aconteceu domingo (17). Foram realizados 315 testes de alcoolemia que resultaram na notificação administrativa de 35 condutores. Também foram contabilizados 19 autos de infração por desrespeito a outros artigos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).
“Ainda é possível encontrar muito motoristas desrespeitando a Lei Seca, porém as fiscalizações estão mais presentes e com isso podemos contribuir com a segurança no trânsito como estamos fazendo”, comentou o coordenador da Operação Lei Seca no RN, capitão Isaac Paiva.

Multa

No caso da Lei Seca, o motorista flagrado dirigindo embriagado é punido com retenção da CNH e apreensão do veículo, que só é liberado com a presença de um condutor habilitado. Também há pagamento de multa de R$2.934,70, aplicação de sete pontos na carteira e outras penalidades administrativas. Isso se o teste de bafômetro acusar até 0,33 mg/l de álcool por litro de sangue no organismo ou se ele se recusar a fazê-lo.
Se o teste acusar a partir de 0,34 mg/l, ou se o motorista se recusar a fazê-lo, mas apresentar sinais visíveis de embriaguez, além de responder nos termos do artigo 165, será preso e conduzido à Delegacia de Polícia, onde será iniciado o devido processo legal, respondendo pelo crime que prevê a punição de seis meses a três anos de prisão.
Tecnologia do Blogger.