Seis pessoas são presas suspeitas de matar três policiais militares em bar de Fortaleza

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) coordena o caso.  (Foto: Alana Araújo/TV Verdes Mares)
Seis pessoas foram presas por participarem da morte de três policiais militares na tarde desta quinta-feira (23), no Bairro Vila Manoel Sátiro, em Fortaleza. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública , entre os detidos estão os executores e o mandante do crime.
Durante a ação policial, foram apreendidas três armas de fogo e munições, que serão encaminhadas a Perícia Forense do Estado do Ceará.
Dentre os seis homens presos, quatro já possuiem antecedentes criminais por roubo, tráfico de drogas, porte ilegal de armas, violência doméstica, tentativa de homicídio e receptação. Dois deles não tinham antecedentes criminais e agora vão responder por homicídio.
Três policiais militares foram executados a tiros enquanto estavam em um bar, no Bairro Vila Manoel Sátiro, na tarde desta quinta-feira (23). Um deles estava de folga e os outros dois são da reserva.
De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSPDS), três homens suspeitos de participação no crime foram presos na noite desta quinta, e um quarto suspeito morreu após reagir à abordagem policial e ser atingido por tiros. Um dos três presos também foi atingido e, em seguida, levado a uma unidade hospitalar.
As vítimas foram identificadas como 1º sargento José Augusto de Lima, 58 anos, 2º tenente Antônio Cezar Oliveira Gomes, 50 anos, e subtenente Sanderley Cavalcante Sampaio, 46 anos. Somente o subtenente Cavalcante ainda era policial da ativa.
O bar fica próximo à residência de um deles, e os policiais eram amigos de muito tempo, segundo informações levantadas pela APS.
Tecnologia do Blogger.