Causa de incêndio pode ter sido queda de balão, diz ministro

Slide 1 de 24: Veja as imagens do incêndio que atingiu o Museu Nacional no Rio
Suspeitas levantadas na manhã desta segunda-feira (3) apontam que a queda de um balão pode ter sido a causa do incêndio que destruiu o Museu Nacional do Rio, na Quinta da Boa Vista, Zona Norte do Rio, neste domingo (3). A informação foi dada pelo ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão.
De acordo com a coluna da Mônica Bergamo, do Jornal 'Folha de São Paulo', Leitão teria recebido a informação de um diretor do museu. O balão poderia ter atingido o teto do edifício, reforçando a tese de vigilantes que viram as chamas começando de cima para baixo. Um curto-circuito em um laboratório audiovisual do museu é outra hipótese levantada sobre as causas do incêndio.
"É preciso apurar se há de fato uma conexão entre o incêndio e a fragilidade e a deficiência do museu", disse o ministro.
Um incêndio de grandes proporções atingiu o Museu Nacional, na noite deste domingo (2). O fogo começou por volta das 19h30 e uma equipe com cerca de 80 bombeiros e 21 viaturas trabalharam no local para conter as chamas. Subordinada à UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), a instituição está instalada em um palacete imperial que completou 200 anos em junho. Mais antigo do país e com acervo com mais de 20 milhões de peças, o museu passava por dificuldades financeiras geradas pelo corte em seu orçamento.
Tecnologia do Blogger.