Acidentes envolvendo ciclistas caem 31% em 2018

O número de acidentes com ciclistas caiu 31,85% no Rio Grande do Norte. Os dados são de um levantamento realizado pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran), que comparou a quantidade de acidentes envolvendo bicicletas entre o primeiro semestre de 2017 e os primeiros seis meses de 2018.
De acordo com o Detran, entre janeiro e julho de 2017, 135 vítimas de acidentes envolvendo bicicletas foram atendidas pelo Hospital Walfredo Gurgel. Já em 2018, esse número diminuiu para 92 casos.
O número de colisões entre motos e bicicletas foi o que registrou a maior queda. Foram 94 casos em 2017 e apenas 23 no mesmo período, em 2018, registrando uma baixa de 75% no número de acidentados.
Esses dados não surpreendem os ciclistas. O cenário aqui no Estado para aqueles que adotaram a bicicleta como seu principal meio de transporte, apesar da baixa quantidade de ciclovias, tem melhorado.
“Se comparado a outras capitais, andar de bicicleta em Natal não é tão complicado quanto parece. Apesar da falta de infraestrutura, as pessoas dirigem devagar e respeitam a gente”, afirmou Carlos Milhor, vice-presidente da Associação dos Ciclistas do RN.
Para ele, o que falta para mais pessoas utilizarem a bicicleta são políticas públicas de incentivo e investimento na construção de ciclovias e ciclofaixas.
“Usar a bicicleta facilita nossa vida. É o melhor meio de transporte para percorrer curtas e médias distâncias. Nos poupa tempo. Mas as pessoas precisam se sentir seguras na hora de sair de casa. Por isso, a gente precisa que essa questão se torne uma prioridade”, finalizou Carlos Milhor.
Tecnologia do Blogger.