Vagas do Mais Médicos já foram 92% preenchidas, afirma Ministério da Saúde

Foram preenchidas 92% das 8.517 vagas disponíveis do novo edital do Programa Mais Médicos, de acordo com o Ministério da Saúde. Segundo a pasta, até as 17h desta sexta-feira, 23, o site recebeu o cadastro de 25.901 médicos com registro (CRM) no Brasil. As inscrições, que iriam até domingo, 25, foram prorrogadas até 7 de dezembro devido a ataques cibernéticos.
Ainda de acordo com a pasta, 7.871 profissionais já concluíram todo o processo e selecionaram o município onde desejam atuar. O início das atividades é imediato.
“Na apresentação ao município, que vai até 14 de dezembro, o médico deve entregar todos os documentos exigidos no edital. Até o momento, 27 médicos já se apresentaram nas unidades básicas de saúde”, informou a pasta em nota.
“Com a alta procura e a apresentação imediata do médico ao município, a expectativa é de suprir a ausência do médico cubano com o médico com CRM o mais rápido possível”, afirmou o ministro da Saúde, Gilberto Occhi.
Como foi no edital anterior
No último edital lançado para o programa, em dezembro de 2017, a demanda por vagas era alta: o Ministério recebeu mais de 8 mil inscrições para 983 vagas. O programa conseguiu preencher quase 100% das vagas. Na época, o Ministério da Saúde preencheu 977 de 983 vagas, que atenderam 507 municípios. Todas as vagas foram preenchidas por brasileiros.

Mas mesmo com o alto número de inscritos, seis vagas ficaram sem médicos.
Desde o início do programa, o ministério abre editais para preenchimento de vagas por profissionais brasileiros. Além de preencher vagas por desistência e encerramentos de contrato.
Rio Grande do Norte
No Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte (Cremern) não houve procura. A entidade orientou acadêmicos de medicina de uma Universidade local privada, que concluem o curso no final deste ano a retirarem a documentação necessária exigida, para facilitar o processo. Com relação à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), os alunos só deverá colar grau em janeiro de 2019. Portanto, ficaram inviabilizados de se inscreverem no edital.
Contudo, apesar das inscrições terem sido prorrogadas até o próximo dia 7, informações extraoficiais dão conta de que 135 vagas destinadas pelo Ministério da Saúde ao Rio Grande do Norte já foram preenchidas pelos profissionais. O Estado contabilizava nos quadros da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) 142 médicos cubanos assistindo a 67 municípios.
Agora RN
Tecnologia do Blogger.