Vice de Pezão, Dornelles assume governo do Rio

Com a prisão do governador Luiz Fernando Pezão, Francisco Dornelles, vice-governador, já assumiu interinamente o governo do Estado do Rio de Janeiro. Na linha sucessória, figura agora o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Milton Fernandes de Souza.
Rio de Janeiro - O vice-governador do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles participa da abertura e do seminário 20 Anos da Lei de Concessão promovido pelo FGV (Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Isto acontece porque o presidente da Assembleia Legislativa (Alerj), deputado Jorge Picciani, está em prisão domiciliar desde março deste ano. Picciani foi preso na Operação Cadeia Velha, que investiga pagamento de propinas a deputados estaduais do Rio.


O atual presidente em exercício da Alerj, André Ceciliano, não poderia assumir o governo pois o sucessor de Picciani é o deputado Wagner Montes.
Segundo nota da Alerj, Montes vem renovando uma licença médica a cada 30 dias. Assim, Ceciliano é, na verdade, o segundo vice-presidente. Ou seja, interino do interino.
   
Em nota, a Alerj lamenta a situação do estado. “Vamos continuar trabalhando, especialmente neste momento em que votamos questões importantes, como a prorrogação do estado de calamidade nas finanças, do Fundo de Combate à Pobreza, os vetos a projetos de lei e o orçamento do ano que vem”, diz a nota.
Tecnologia do Blogger.