Sem 13º salários de 2017 e 2018, médicos do RN entram em greve

Os médicos do Rio Grande do Norte também estão com as atividades paralisadas, a exemplo dos Policiais Civis e Servidores da Segurança. A decisão pela greve foi tomada em assembleia na última quarta-feira (26), mas caso o governo do RN pague os valores em atraso nesta sexta-feira (28), a categoria promete encerrar o movimento.
Os médicos reivindicam o pagamento do 13º salário de 2017, bem como o benefício deste ano. Além disso, as folhas de novembro (para os servidores que ganham acima de R$ 5 mil) e dezembro estão atrasadas. Durante a paralisação, o Sinmed orienta a suspensão de procedimentos eletivos, redução das escalas de emergência, assim como as passagens nos hospitais para atendimentos, que deverão diminuir. O sindicato vai colocar profissionais para atuar em eventuais emergências. O governo do Rio Grande do Norte ainda não se pronunciou sobre o assunto.
Tecnologia do Blogger.