Oscar 2019: por que mãe de menino assassinado aos 2 anos se diz 'enojada' com indicação de filme

James Bulger foi torturado e morto, após ser raptado em um shopping
A mãe do menino britânico James Bulger, assassinado em 1993, aos dois anos de idade, se disse "enojada" com a indicação do filme Detainment ao Oscar. O filme é um dos cinco que disputam o prêmio de melhor curta-metragem e reconstitui - a partir de transcrições das gravações originais - as entrevistas da polícia com os dois assassinos da criança, que na época tinham 10 anos.

A lista de indicados foi revelada terça-feira pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos, responsável pela premiação.
"Eu não consigo expressar como estou enojada e chocada por esse filme ter sido feito e agora indicado ao Oscar", tuitou Denise Fergus, a mãe de James, momentos depois de o filme ser anunciado entre os selecionados. E continuou: "Uma coisa é fazer um filme como esse sem contatar ou pedir permissão à família de James e outra é ter uma criança encenando as últimas horas de vida dele, os momentos que antecederam o seu assassinato brutal, e fazer a mim e a minha família reviver tudo isso!".

Tecnologia do Blogger.