CT do Flamengo é fechado pela Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio de Janeiro fechou o centro de treinamentos do Flamengo nesta quarta-feira (27). O local pegou foco no último dia 8 de fevereiro, matou dez jovens das categorias de base do clube e feriu outros três.
Não é a primeira vez que a prefeitura determina o fechamento imediato do CT do Flamengo. A mesma ordem foi expedida em 2017, mas o Ninho do Urubu foi reaberto pouco depois. Dessa vez a Guarda Municipal armou um cerco ao local para evitar que isso volte a acontecer.
A decisão é válida até que o Flamengo arque com as documentações atrasadas junto a todos os órgãos municipais. A operação foi realizada por uma série de responsáveis, como fiscais da secretaria de Fazenda, fiscais da secretaria de Ordem Pública, além do MPRJ (Ministério Público do Rio de Janeiro).
Problemas no Ninho
Os dois principais problemas de funcionamento do local foram o desrespeito à ordem de fechamento do local – dado em 2017, como já citado – e a construção de alojamentos formados por contêineres sem documento de permissão.
Os alojamentos pegaram fogo no último dia 8 de fevereiro e mataram dez pessoas. O motivo do incêndio ainda não foi solucionado, mas a suspeita é de que o fogo tenha começado após um curto-circuito no sistema de ar condicionado.
Tecnologia do Blogger.