Mulheres são barradas em hospital publico de Santarem por usar roupa acima do joelho


Mulheres são barradas em hospital público de Santarém por roupa acima do joelho, Roupa no HMS, de Santarém
Dezenas de mulheres foram impedidas de entrar em um hospital público em Santarém, oeste do Pará, nesta terça-feira (5) por causa da roupa que estavam usando. Elas, de diferentes lugares do município, foram ao Hospital Municipal Alberto Tolentino Sotelo, no bairro Santa Clara, fazer visita a parentes e amigos ali internados, mas foram proibidas de de entrar por não estarem com trajes adequados. Segundo a advogada Naína Moura, que presenciou o episódio e tentou intermediar o ingresso das barradas, sem sucesso, elas foram informadas que a roupa delas “estava curta, acima do joelho”.

“Os porteiros Raimundo e Hericlisson nos disseram que estavam obedecendo normas editadas pela direção do hospital. Para visitantes, a entrada só é permitida com roupa abaixo do joelho”, relatou a advogada ao blog. “Mulheres que vieram de longe, pagando passagem de ônibus, foram constrangidas e impedidas de visitar seus familiares por causa desse dispositivo machista e discriminatório”, criticou.norma do HMS





À entrada do hospital, afixado em um mural, entre as orientações para acompanhantes e visitantes está que é vedada a entrada de “pessoas com roupas impróprias ao ambiente”, como “decote”, “blusa tomara que caia” e roupas “ACIMA DO JOELHO”, em letras garrafais. 


CONTRAPONTO

Procurada, a assessoria do hospital não enviou ao blog até o fechamento desta matéria explicações sobre a proibição. O espaço para o contraponto continua aberto.


Tecnologia do Blogger.