Defesa de Lula diz que não foi avisada e pede que STJ adie julgamento

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou com um pedido na noite desta segunda-feira (22) para que o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) adie o julgamento que tenta reverter a condenação no caso do tríplex em Guarujá marcado para esta terça-feira (23), às 14 horas.
De acordo com os advogados do petista, na tarde de ontem eles estiveram no gabinete do relator do caso no STJ, ministro Felix Fisher, e foram informados que não havia data para o julgamento. Depois, ficaram sabendo da agenda pela imprensa.

Lula: ex-presidente está preso desde abril do ano passado, condenado a doze anos e um mês de prisão
Tecnologia do Blogger.