Incêndio deixa dezenove estudantes mortos na Índia

Incêndio em edifício que abriga um instituto educacional privado em Surate, no oeste da Índia, deixou dezenove mortos nesta sexta-feira, 24. Imagens divulgadas nas redes sociais mostram jovens pulando de diferentes andares para tentar escapar das chamas, diante dos gritos de pessoas horrorizadas na rua.
“Os estudantes morreram por causa do incêndio, mas também por saltarem do edifício”, afirmou o chefe dos bombeiros da cidade, Deepak Sapthaley.
Todas as vítimas tinham menos de 20 anos. Segundo P.L.Chaudhari, delegado adjunto de polícia, a investigação inicial aponta que o fogo foi iniciado por curto-circuito em um transformador elétrico. Entre cinquenta e sessenta estudantes estavam no imóvel.
O incêndio começou no 2º andar do edifício, e a maior parte das vítimas morreu ao subir para o terceiro e último andar em uma tentativa de escapar das chamas. Por volta de dez estudantes pularam do topo do prédio, para fugir das chamas e da fumaça, que se acumulou no topo do edifício.
“Estou extremamente triste pela tragédia do incêndio em Surate”, tuitou o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi. O premiê é natural da região de Gujarat, onde fica a cidade de Surate, e foi reeleito para o cargo na quinta-feira 23.

Tecnologia do Blogger.