O Ferreirinha deu ruim...

O policial militar Rodrigo Jorge Ferreira admitiu ter mentido ao incriminar o miliciano Orlando Curicica como um dos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco. Ferreirinha, como é conhecido, foi preso hoje em uma operação do MP (Ministério Público) do Rio. Em depoimento à PF (Polícia Federal) anterior à operação de hoje, o PM confessou que prestou falso testemunho com o objetivo de se vingar de Curicica, que havia tomado sua central clandestina de TV a cabo em uma área da zona oeste do Rio.

De acordo com a advogada Camila Nogueira, Ferreirinha admitiu o falso testemunho por se sentir pressionado pelos agentes federais. A PF concluiu que Ferreirinha e sua advogada fazem parte de uma organização criminosa que tem como objetivo de impedir a elucidação do Caso Marielle. 

Reprodução/TV Globo
Tecnologia do Blogger.