Economistas veem pouco benefício ao PIB com liberação do FGTS

A liberação de recursos de contas ativas e inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para impulsionar a demanda é algo visto com reservas por economistas. 
Para eles, tendem a ser tímidos os efeitos da medida que o ministro Paulo Guedes cogita. 
Slide 1 de 5: Economistas dizem que a medida anunciada por Paulo Guedes terá efeito limitado. Leia por que nesta galeria.
A medida deve injetar algo entre R$ 20 e R$ 30 milhões na economia, dependendo dos detalhes. No final de 2016, o então presidente Michel Temer fez a mesma coisa, com impacto um pouco maior, de R$ 40 bilhões.
Tecnologia do Blogger.