Justiça torna preventiva prisão de 2 suspeitos de integrar grupo que invadiu celulares de autoridades

A 10ª Vara de Justiça Federal converteu neste sábado (28) de temporárias para preventivas as prisões de dois dos seis suspeitos de participação no esquema de invasão de celulares de autoridades. Thiago Eliezer Martins dos Santos e Luiz Molição, presos pela Polícia Federal no último dia 19, estavam presos temporariamente.
Resultado de imagem para Thiago Eliezer Martins dos Santos e Luiz Molição
Segundo as investigações, os dois são integrantes do grupo que interceptou os celulares de procuradores da Lava Jato e autoridades como o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Os detalhes da investigação estão sob sigilo e, por isso, não se sabe efetivamente o papel desempenhado pelos dois no esquema investigado.
A audiência de custódia dos dois presos está marcada para a próxima segunda-feira (30).
Tecnologia do Blogger.