“Se esquerda se radicalizar, um novo AI-5 pode ser feito”, diz Eduardo Bolsonaro

Foto: Vinícius Loures/Agência Câmara
O filho do presidente afirmou que se a onda de protestos que atinge o Chile chegar ao Brasil, o governo dará uma resposta.


O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) afirmou que um novo AI-5 poderá ser instaurado no Brasil caso a esquerda se radicalize. 

“A gente em algum momento tem que encarar de frente isso daí. Vai chegar um momento em que a situação será igual no final dos anos 60 no Brasil”, disse o parlamentar referindo-se aos protestos no Chile.
Tecnologia do Blogger.