Brasileiros vindos da China terão três avaliações de saúde por dia em quarentena

58 pessoas vindas de Wuhan, na China, devem desembarcar na base aérea de Anápolis, Goiás, por volta da meia noite deste sábado para o domingo.
Foto: Agência Força Aérea / Divulgação
A operação Regresso, da FAB, Força Aérea Brasileira, foi detalhada pelo Ministério da Defesa, nesta sexta-feira, ao presidente Jair Bolsonaro. Recebido pelo titular da pasta, Fernando Azevedo, Bolsonaro garantiu que todos os cuidados estão sendo tomados para que a operação não traga risco a nenhuma pessoa.


“Não existe qualquer risco a terceiros aqui no Brasil. Operação muito bem preparada, planejada, muito bem demonstra a dedicação, o empenho e o patriotismo de todos os envolvidos. Tem crianças, bebês. [Quero] Parabenizar todos os envolvidos nessa operação, que não deixou de contar com muito sacrifício por parte do governo, tendo em vista a questão orçamentária e os meios para cumprir a missão. Mas ela será cumprida de forma ímpar”.


As aeronaves VC-2 trazem, ao Brasil, 34 resgatados – incluindo brasileiros e familiares chineses – e 24 profissionais, como tripulação, médicos e membros da imprensa.


A previsão é de que os aviões entrem no espaço aéreo brasileiro às 17h30 deste sábado, passando por Fortaleza. O pouso em Anápolis deve ocorrer cerca de seis horas depois.


O Brigadeiro Marcelo Damasceno, responsável pela operação Regresso, explicou que a base aérea passou por uma adaptação, como forma de humanizar o tratamento às pessoas que vão cumprir a quarentena de 18 dias. Segundo ele, os repatriados receberão todas as orientações na manhã do domingo.


“Faremos um briefing delimitando área de trânsito, uso de IPI, horários de refeição, descarte de material, normas de conduta, regras de convivência entre essas 30 e tantas pessoas, a consciência individual no grupo que está de alguma forma em uma mesma área, criar um consciente coletivo. Eleger a figura de um síndico é importante dentro do grupo, a total liberdade do uso das mídias sociais, mas precisamos que haja repouso e haverá sugestão de horário de recolhimento”.


Na instalação, foram montados 40 quartos, todos identificados com os nomes, incluindo duas crianças que estão no voo, com idades de 2 e 3 anos. Cada família vai ficar instalada em um quarto identificado. Todos terão seis refeições diárias, acompanhadas por nutricionistas da FAB. Além disso, o espaço tem área de lazer, brinquedoteca, programações de entretenimento, internet Wi-Fi e TV a cabo.


As pessoas em quarentena vão passar por três avaliações de saúde por dia, e terão à disposição equipe de psicólogos, odontologia e serviço religioso de acordo com a preferência de cada um. Caso alguém apresente sintomas graves de coronavírus, deve ser encaminhado imediatamente a Brasília, de helicóptero, para o Hospital das Forças Armadas.


Todos os procedimentos do período de quarentena devem seguir as regras da Lei 13.979, sancionada pelo Presidente Jair Bolsonaro e publicada, nesta sexta-feira, no Diário Oficial da União.
Tecnologia do Blogger.