Prefeitura de Caraúbas combate Coronavírus tornando obrigatório barreiras sanitárias e uso de máscaras

Caraúbas tem apenas um caso confirmado e já curado  do novo Coronavírus (Covid-19) e dois casos suspeitos.   Diante desse quadro, a Prefeitura Municipal espera  que continue assim e para que isso não mude, tem intensificado ações e combate a pandemia.
Para  tanto, está tomando mais ações para evitar a propagação do vírus e nesta terça-feira 28, se iniciam as barreiras sanitárias, que serão feitas por agentes de Endemias, Vigilância Sanitária e Guardas da Prefeitura.
Todos os envolvidos na ação, receberam capacitação para atuar no controle das entradas da cidade.
Inicialmente, as barreiras serão instaladas nas entradas da cidade que recebem veículos vindos de Apodi e Mossoró, além da entrada  de Olho D’Agua do Borges e adjacências.
Decreto
Já para as ruas da cidade, será editado decreto tornando obrigatório o uso de máscaras.
“Já está amplamente divulgado e reconhecido pelas autoridades de saúde que o uso da máscara e a higienização das mãos reduz consideravelmente a possibilidade de contágio ao novo Coronavírus, só que além desses cuidados, estamos partindo para novas medidas e para isso, esperamos contar com ajuda e compreensão de toda população”, explica o Secretário de Saúde Kaisser Henrique.
A  Prefeitura ainda contará com o apoio do Conselho Tutelar para um trabalho de educação e controle dos taxistas que transitam para Mossoró e Apodi.
“Acreditamos que com essas medidas, ajudamos muito a conter o vírus. Teremos nas barreiras a aferição de temperatura, a orientação de profissionais da saúde, desfinfecção dos veículos etc. Já para os carros que saem, deixaremos claro que há um risco e vamos orientar e cobrar as medidas que a o Ministério da Saúde e a OMS recomendam. Esperamos que a população também adira a essa onda de prevenção e busquemos nós fortalecer contra o novo Coronavírus”, detalhou o prefeito Juninho Alves.
Sobre o uso de máscaras, o Prefeito explicou que a obrigatoriedade se iniciará nesta quinta-feira, 30 de abril e se estenderá pelo prazo que for necessário.
“Temos inúmeras pessoas fabricando máscaras para venda e creio que isso ajuda muito, inclusive na questão econômica. Mas estamos buscando doações também. O importante é que a população esteja e se sinta segura. E, claro, tomem a consciência de sair de casa somente quando necessário. O contágio com máscara é baixo, mas ficar em casa ainda é muito eficiente”, lembrou Juninho Alves.
Ascom PMC
Tecnologia do Blogger.