Justiça indefere pedido e manda que MEC dê posse a reitor eleito do IFRN

IAB e TRF2 vão discutir unificação das justiças Federal e do Trabalho
A juiza da 4a Vara da Justiça Federal no RN, Gisele Maria da Silva Araújo Leite, indeferiu nesta quarta-feira (06) o pedido de adiamento de prazo solicitado pela Advocacia Geral da União em defesa do reitor temporário do IFRN, professor Josué Oliveira.
A nova decisão determina, além da suspensão da sua nomeação ao cargo, que o reitor eleito do IFRN, professor José Arnóbio Araújo, seja empossado até as 16h desta quarta-feira (06).
Tecnologia do Blogger.