Até a primeira dama de São José do Campestre (RN), recebeu auxilio emergencial



A primeira de São José do Campestre (RN) e Secretária Adjunta de Assistência Social, Luciana Araújo Silva, aparece como beneficiária do auxílio emergencial do Governo Federal.

Ela recebeu o benefício durante a pandemia do Covid-19. Na lista de beneficiários consta que Luciana recebeu R$ R$ 1.200,00 no mês de abril. Como é esposa do prefeito, Nenem de Borges, que recebe um salário que gira em torno de R$ 14.000,00, somando com o dela como secretaria que é de R$ 2.400,00, totaliza R$ 16.400,00

De acordo com as normas para receber o auxílio, o beneficiário tem que se enquadrar em alguns requisitos, entre eles, não ter emprego formal, não ter contrato intermitente de trabalho, não ser agente público, ter uma renda familiar inferior a R$ 3.135,00. Todos os termos assinados pela primeira dama na hora da solicitação do auxílio estão em desacordo com a realidade do casal.

Ela só esqueceu de dizer – na ocasião do cadastro – que ela solicitou como MEI e teve que assinar um termo, onde declara não ser agente público e não ter emprego formal.


Luciana confirmou que recebeu o dinheiro do auxílio emergencial e que está arrependida. 
Tecnologia do Blogger.