OMS está revisando possibilidade de transmissão de coronavírus pelo ar

OMS (Organização Mundial da Saúde) está revisando um artigo que sugeriu que as orientações da agência sobre o novo Coronavírus precisam ser atualizadas, depois que alguns cientistas disseram ao New York Times que há evidências de que o vírus pode ser transmitido por pequenas partículas no ar.
A OMS diz que o vírus se espalha principalmente através de pequenas gotículas que são expelidas do nariz e da boca quando uma pessoa infectada tosse, espirra ou fala, e rapidamente caem no chão.
No entanto, em uma carta aberta à agência sediada em Genebra, 239 cientistas de 32 países descreveram as evidências que dizem mostrar que partículas menores exaladas podem infectar as pessoas que as inalam, informou o jornal no sábado.
Como essas partículas menores podem permanecer no ar por mais tempo, os cientistas —que planejam publicar suas descobertas em uma revista científica nesta semana— estão pedindo à OMS que atualize suas orientações, disse o NYT.
“Estamos cientes do artigo e revisando seu conteúdo com nossos especialistas técnicos”, disse Tarik Jasarevic, porta-voz da OMS, em uma resposta por email nesta segunda-feira a um pedido da Reuters por comentários.
Até que ponto o coronavírus pode ser transmitido pela chamada via aérea ou aerossol —em oposição às gotículas maiores de tosses e espirros— permanece sendo uma questão controversa.
Tecnologia do Blogger.