Maia defende suspensão do recesso parlamentar de janeiro




O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu mais uma vez, nesta segunda-feira, 14, a suspensão do recesso parlamentar de janeiro para votar temas emergenciais.Maia replicou um tuíte do senador Renan Calheiros (MDB-AL) em que o senador dizia que não se pode pensar em recesso neste momento.




"Concordo plenamente e já disse isso publicamente. Sou a favor que o Congresso trabalhe em janeiro para aprovar, principalmente, a PEC emergencial. Não há outra solução, já que o decreto de calamidade não será prorrogado", escreveu Maia.
Tecnologia do Blogger.