MPF no RN reafirma que nome do senador José Agripino está incluído no processo da Arena das Dunas que denunciou Rosalba Ciarlini e Carlos Augusto Rosado




O Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte afirma, em nota, que o senador José Agripino continua como réu e investigado no caso Arena das Dunas, que na semana passada denunciou a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini e o marido Carlos Augusto Rosado.

Segundo nota do MPF, “Linhas de atuação do MPF pedem condenação tanto de Agripino Maia, quanto de Rosalba Ciarlini”.

Segundo o MPF as investigações sobre desvios na construção do estádio Arena das Dunas já resultaram em 11 denunciados, incluindo a ex-governadora Rosalba Ciarlini e o ex-senador José Agripino.

Para o MPF, a não inclusão do nome de Agripino na denúncia apresentada na última semana não representa que o MPF tenha deixado de considerá-lo responsável por parte dos desvios.

Segundo o MPF no RN, o ex-parlamentar responde a uma ação penal e a uma ação de improbidade administrativa, na 2ª Vara da Justiça Federal no RN, “pelo recebimento de quase R$ 1 milhão em propina em troca de auxílio à empreiteira OAS, responsável pela construção do estádio Arena das Dunas”.

O MPF explicou que o nome do ex-senador terminou não compondo o mesmo processo de Rosalba e Carlos Augusto pelo fato dele à época ter foro por prerrogativa de função, e a denúncia ter sido apresentada pela Procuradoria-Geral da República e recebida pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em dezembro de 2017.
Tecnologia do Blogger.