Adolescente é estuprada e sua prima, esposa do criminoso, a ameaça de morte




Em pleno século 21, ainda há quem acredite que o estrupro é ocasionado e motivado por alguma ação da própria vítima. Pode parecer algo surreal, mas esse fato improvável é observado, infelizmente, em muitos dos casos.

No começo desta semana, uma adolescente de 15 anos foi estuprada pelo marido da prima, 45, em Marcelândia (710 km de Cuiabá). O crime aconteceu quando a esposa do agressor saiu para comprar fraldas. Ao chegar em casa, a mulher flagrou o crime e, em vez de ajudar a vítima, a ameaçou de morte caso fizesse algo contra o seu marido estuprador.

As informações são do Conselho Tutelar da cidade, que foi procurado pela vítima logo após o crime. Ela narrou que foi convidada para almoçar na casa da prima e que tudo ocorria bem. Após o almoço, a mulher pediu para a menor ficar com sua filha, uma bebê de 9 meses, enquanto ia ao mercado comprar fraldas.

O marido da vítima ficou no local e logo a chamou, dizendo que queria mostrar algo. Assim que a menina chegou na porta do quarto, encontrou o agressor seminu, mostrando seu órgão genital. Ao tentar sair do local, ela foi empurrada pelo homem e jogada na cama.

A prima da vítima chegou em casa no momento em que o agressor terminava de praticar o crime. Absurdamente, A mulher começou a ameaçar a prima.

O Conselho Tutelar foi acionado pela menor e em seguida, a encaminhou à Polícia Civil. Na delegacia, ela entregou uma peça de roupa com vestígios de esperma do agressor. Diante da situação, investigadores e policiais militares saíram em busca do homem, que foi encontrado em sua casa.

Ele foi encaminhado à delegacia da Polícia Civil.

Fonte: estadaomatogrosso.com.br
Tecnologia do Blogger.