Morte no Carrefour: viúva de João Alberto recusa R$ 1 milhão de indenização



Carrefour informou, por meio de nota, que ofereceu à viúva de João Alberto, homem negro morto por 1 segurança e 1 policial militar na unidade do bairro Passo D’Areia, em Porto Alegre, indenização de mais de R$ 1 milhão oferecida pela empresa.


De acordo com a rede de supermercados, Milena Borges Alves recusou a quantia e estaria “insistindo, por intermédio de seus advogados, no recebimento de valores não razoáveis”. A empresa sustenta que o montante solicitado pela mulher está “fora dos patamares jurisprudenciais”.

Tecnologia do Blogger.