Conflito entre agentes federais e garimpeiros deixa ao menos dez feridos no Pará




Dez garimpeiros e alguns indígenas ficaram feridos em um confronto com agentes de forças de segurança em Jacareacanga, sudoeste do Pará. Os feridos foram levados para o Hospital Municipal.


O confronto ocorreu durante operação Mundurukânia de combate à prática clandestina de garimpos nas terras indígenas Munduruku e Sai Cinza, localizadas no município.


A ação envolve agentes da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Fundação Nacional do Índio (Funai) e da Força Nacional.


No entanto, as forças de segurança que participavam da ação foram surpreendidas por um grupo de garimpeiros, que iniciou um protesto contra a operação de proteção das terras indígenas. Uma estrada foi interditada, impedindo o andamento da operação.





Casas em aldeias, entre elas a Fazenda Tapajós do povo Munduruku, foram atacadas a tiros e incendiadas.


Segundo o Ministério Público Federal (MPF), em uma das residências estava uma das principais lideranças Munduruku que se opõem ao garimpo ilegal na região. O órgão pediu à PF que enviasse forças para o local. Não há notícias de feridos pelos incêndios, segundo o MPF.
Tecnologia do Blogger.