Mulher do ex-deputado Fraga morre após complicações da Covid-19 no DF



Esposa do ex-deputado federal Alberto Fraga, a ex-secretária da Mulher do Distrito Federal Mirta Fraga (foto em destaque), de 56 anos, morreu na noite de segunda-feira (24/5), em Brasília, após complicações da Covid-19. Ela estava internada no Hospital Santa Helena, na Asa Norte.


A paciente estava há mais de dois meses na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital.A notícia foi publicada na página de familiares de Mirta, e também comunicada em grupos de WhatsApp do Democratas, partido do qual Fraga é presidente no Distrito Federal.



“Boa noite, pessoal. Notícia triste: recebi informação que dona Mirta, esposa do nosso amigo Fraga, faleceu. Deus conforte nosso amigo, familiares e amigos”, registrou a mensagem replicada nos grupos da agremiação.


Pouco depois, Fraga publicou uma bonita e emocionante homenagem à esposa nas redes sociais. 

Lamentavelmente e com muita tristeza me dirijo a vocês para informar o falecimento da minha querida e amada esposa Mirta Fraga. Foram 40 anos de convivência e de muito amor. Ela partiu, mas deixa um legado de coisas boas, deixou muitos amigos e amigas que a amavam e a admiravam. Tenho certeza que Deus reserva para ela um lugar de destaque, porque ela merece! Só fazia o bem e se preocupava demais com o bem-estar dos outros”, escreveu o ex-parlamentar.

A assessoria do hospital foi procurada pela reportagem, mas não se manifestou.


Recentemente, ao tomar a vacina contra a Covid-19, Alberto Fraga publicou um vídeo do momento da aplicação do imunizante. Na legenda, suplicou pela recuperação de Mirta: “Ainda não venci a Covid, porque minha esposa ainda não está salva! Deus, por favor, salve-a! Preciso muito dela”.


O ex-parlamentar também foi infectado com o novo coronavírus e saiu no hospital no dia 30 de março. O casal foi internado na mesma época.


O político foi deputado federal pelo DF por quatro mandatos. Alberto Fraga candidatou-se a governador nas eleições de 2018, mas não venceu.

No ano passado, pela proximidade com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o nome de Fraga chegou a ser cogitado como possível ministro da Justiça e Segurança Pública, após a saída do ex-juiz Sergio Moro. A nomeação, contudo, não foi concretizada.



Tecnologia do Blogger.