Lula defende ditador comunista de Cuba

 

Após uma série de protestos inéditos contra o regime comunista de Cuba, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva manifestou apoio ao governo de Miguel Díaz-Canel na manhã desta terça-feira (13), em seu twitter.

Lula amenizou a situação caótica vivida pelos cubanos e classificou as manifestações como “passeatas”.

Acompanhe a sequência detweets do ex-presidiário.

“SOBRE CUBA 1 – O que está acontecendo em Cuba de tão especial pra falarem tanto?! Houve uma passeata. Inclusive vi o presidente de Cuba na passeata, conversando com as pessoas. Cuba já sofre 60 anos de bloqueio econômico dos EUA, ainda mais com a pandemia, é desumano.

2 – Já cansei de ver faixa contra Lula, contra Dilma, contra o Trump… As pessoas se manifestam. Mas você não viu nenhum soldado em Cuba com o joelho em cima do pescoço de um negro, matando ele… Os problemas de Cuba serão resolvidos pelos cubanos.

3 – Se Cuba não tivesse um bloqueio, poderia ser uma Holanda. Tem um povo intelectualmente preparado, altamente educado. Mas Cuba não conseguiu nem comprar respiradores por causa de um bloqueio desumano dos EUA.

4 – Os americanos precisam parar com esse rancor. O bloqueio é uma forma de matar seres humanos que não estão em guerra. Do que os EUA tem medo? Eu sei o que é um país tentando interferir no outro.

5 – O Biden deveria aproveitar esse momento pra ir a televisão e anunciar que vai adotar a recomendação dos países na ONU de encerrar esse bloqueio”, escreveu.

Tecnologia do Blogger.