Se cuida Bolsonaro, pois o presidente do Haiti foi assassinado a tiros em casa...





O presidente do Haiti, Jovenel Moise, foi morto em um ataque a tiros em sua casa, na capital Porto Príncipe, na madrugada desta quarta-feira (7). A primeira-dama, Martine Moise, também foi baleada e morreu horas depois.


O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro interino do país, Claude Joseph, que afirmou em um comunicado que o assassinato foi um "ato odioso, desumano e bárbaro". Jovenel tinha 53 anos e Martine, 47.


 aqui no Brasil, a esquerdopatia tenta a todo custo tirar o nosso presidente Jair Bolsonaro do poder.


Sugiro ao meu presidente, que reforce sua segurança, e conclua seu mandato com boas ações e que Deus nos protejam da esquerda e do golpe.



Tecnologia do Blogger.