‘Eu boto o dinheiro onde quiser’, diz prefeito do RS flagrado pela PF com R$ 505 mil em aeroporto

 





Foto: Prefeitura de Cerro Grande do Sul/Divulgação

O prefeito de Cerro Grande do Sul, Gilmar João Alba (PSL), afirmou que o dinheiro apreendido enquanto ele tentava embarcar no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, era dele e seria usado em “oportunidade de negócios”. Ele deu entrevista à Rádio Gaúcha na manhã desta sexta-feira (3). Ouça no vídeo acima.

A apreensão aconteceu no dia 26 de agosto. Segundo a Polícia Federal, o dinheiro estava armazenado em caixas de papelão dentro da bagagem de mão do passageiro. “Eles [a PF] dizem o que querem. Eu boto o dinheiro onde quiser, na caixa de papelão, no sapato, é meu”, disse o prefeito.
Tecnologia do Blogger.