Mulheres que sofrem abuso sexual têm mais risco de danos cerebrais, diz estudo




Mulheres que foram abusadas sexualmente têm um risco maior de desenvolver um tipo de dano cerebral que tem sido associado ao declínio cognitivo, demência e derrame, descobriu um novo estudo.

“Pode ser abuso sexual na infância ou agressão sexual quando adultas”, disse a autora do estudo Rebecca Thurston, professora e diretora do Laboratório de Saúde Biocomportamental da Mulher da Escola de Graduação em Saúde Pública da Universidade de Pittsburgh.

“Com base em dados populacionais, a maioria das mulheres sofre suas agressões sexuais no início da adolescência e no início da idade adulta”, acrescentou ela, “portanto, essas são provavelmente as primeiras experiências das quais estamos vendo as marcas mais tarde na vida”.
Tecnologia do Blogger.